Formando um time colaborativo

08/09/2021
Image

Quanto mais estudamos e buscamos trazer inovações para nossas empresas, sempre tem um fator extremamente importante, as pessoas. 
As pessoas são quem representam a empresa, trazem seu lado humano para processos, além de darem o tom junto aos seus consumidores.
Em todas as áreas, podemos ver o reflexo da importância das pessoas para o crescimento do negócio.
E um dos elementos essenciais para que as pessoas tragam esses reflexos positivos no dia a dia, é saber que elas fazem parte de um time colaborativo. 

 

 

# Job rotation:

Sabe aquela frase que em algum momento da vida ou já ouvimos, ou já sentimos ela, a grama do vizinho é sempre mais verde. 
Tem momentos que olhamos para a grama do outro e só vemos perfeição, mas não sabemos o quanto de adubo foi necessário para a grama ficar linda daquele jeito.
No ambiente corporativo temos essa mesma situação, onde alguns colaboradores podem olhar para o outro e achar que as funções ou o trabalho dele é melhor que o seu. 
Só que esse sentimento de comparação, não é nada saudável, principalmente quando se quer criar um time colaborativo. 
Para que isso não aconteça, uma dica é criar um job rotation, onde por pelo menos um dia seus colaboradores trocaram de lugar com seus colegas.  Além de experimentar a possibilidade de estar no lugar do outro gerando empatia, seu colaborador terá a oportunidade de ampliar sua visão sobre a empresa. 

#Cultura colaborativa

A cultura de uma empresa é formada por pessoas.
Alguns colaboradores mais novos ao entrar na empresa serão influenciados de alguma forma pelos colaboradores mais antigos, por isso, cuidar da cultura que está implantada na empresa é tão importante. 
Se uma empresa é formada por pessoas, o conhecimento da cultura da empresa deve ser compartilhado com todos e não apenas com alguns membros. 
 A felicidade de um colaborador, nem sempre está em recursos financeiros, mas está no sentimento de pertencimento, desfrutar de responsabilidades e ser reconhecido em seu trabalho.
Oportunizar as pessoas a darem suas opiniões e se expressar faz parte de se sentir pertencido, principalmente porque  a cultura não é algo estático, ela pode mudar. Conte com a sua equipe para entender e receber feedbacks do que pode ser melhorado. 

#Sem julgamentos:

Ainda atrelado ao ambiente e clima organizacional, ter uma cultura sem julgamentos é fundamental para a criatividade.
Se o ambiente não estiver livre do julgamento, a equipe não se sentirá à vontade. 
Pensa comigo, um “ chefe” que ao ouvir a ideia de seu colaborador, age com deboche e como se o que estivesse ouvindo fosse besteira, você acredita que alguém vai expressar suas ideias? ou se sentir bem recebido neste ambiente? Não, esse colaborador vai fazer apenas o básico no seu emprego.
Entretanto, quando a equipe recebe o estímulo para compartilhar, sem medo de ser julgado, envergonhado ou demitido, muitas ideias irão surgir. Desde melhoria no processo, no atendimento, e até mesmo em novas soluções para seus consumidores. 

#Mesmo foco

Assim como é importante todos terem ciência da cultura da empresa, os objetivos e metas também são.
Sem todas as pessoas engajadas e a par dos movimentos que a empresa está fazendo não tem como prosperar.
Repasse para sua equipe quais são as metas e objetivos da empresa, quais serão as ações e medidas que serão tomadas e os recompense por seus esforços.

 

Receba novidades, dicas de gestão farmacêutica e muito mais!

Posts recentes

Image
06/10/2021
Outubro Rosa- A importância dessa causa!
Leia Mais
Image
30/09/2021
Ampliando e gerindo sua rede de farmácias
Leia Mais