Amigos amigos, negócios à parte

11/05/2021
Image

Você já deve ter ouvido a expressão: Amigos, amigos, negócios à parte.
Essa expressão quer dizer que devemos separar nossa amizade quando se trata de negócios. Mas será que conseguimos, ou ficaremos apenas nesse jargão?
Quer um exemplo disso, algum amigo seu já pediu para estender o prazo de pagamento além do tradicional que a empresa oferece? Ou aquele descontinho já que somos amigos? Vou chegar atrasado hoje, meu chefe é meu amigo. 
A verdade é que nem sempre é fácil, tanto com amigos quanto nossos próprios familiares, fazer a separação do pessoal e do profissional. 
Por isso, vamos abordar esse assunto tão comum mas muito importante no nosso dia a dia. 

Ter amigos no ambiente de trabalho e também nos negócios é uma coisa boa, entretanto, assim como tudo na nossa vida, é essencial termos equilíbrio. 
Entender que alguns assuntos, atitudes e comportamentos não são adequados, mesmo que seja com seus amigos. 
Confere algumas dicas para buscar tornar a amizade cada vez mais legal, e o ambiente de trabalho cada vez mais próspero. 

#Ética:

Vamos começar falando sobre um assunto fundamental, a ética.
Ter ética é um dos princípios tanto na amizade quanto nos negócios. 
Mesmo tendo parceiros no ambiente de trabalho, no seu grupo de fornecedores, mantenha a ética. Isso é em coisas simples, como esconder uma entrega atrasada, encobrir o erro do seu amigo mesmo que isso impacte em outro colega, não emitir a nota fiscal pro seu amigo. Mesmo tendo algumas liberdades, lembre-se que isso reflete em outros pontos tanto da sua vida quanto dos seus negócios.

#Seja correto:

Acima falamos de ética, e dando sequência vamos falar de ser correto.
Muitos funcionários podem se sentir injustiçados no dia a dia de trabalho, sabe como? Seu amigo ser promovido antes, ter algumas regalias, não ser corrigido, não ser cobrado. Isso afeta diretamente na motivação e rendimento de sua equipe. 
O que vale para um membro vale para todos.
Da mesma forma pagar todos os seus fornecedores em dia , e deixar seu amigo por último. Ele pode ser seu amigo, mas também têm suas necessidades como empresário. 

#Não é amizade, é confiança: 

Você contrata seus colaboradores, fornecedores, consultores por amizade ou competência?
Criar amizade nas relações profissionais é bom, ajuda a tornar o ambiente agradável, leve, com maior liberdade para trocar ideias e ter sinergia. Mas essa amizade vem em consequência, ou seja, vem depois de criar confiança no trabalho e na competência de seus contratados. 

#Separe o ambiente profissional do amigável:

Fácil, não! 
Às vezes seu amigo irá te corrigir no ambiente de trabalho, mas isso não significa que ele quer o seu mal, apenas que ele está trabalhando.
Ah, mas isso é ser falso, fora do trabalho o “ cara” é bem divertido, e no trabalho todo “ certinho”. Isso se chama inteligência emocional e bom senso.
Quando se entende isso, a sua amizade é madura o suficiente para separar o ambiente profissional do amigável. 

#Tenha liberdade em liderar:

Antes de amigo, você é líder, é empreendedor e precisa gerar resultados. 
Se você não tem liberdade para cobrar e gerir seus liderados porque são seus amigos, isso irá afetar diretamente os seus resultados. 
Lembre-se que o negócio é seu, e que você deve ser respeitado por todos. E isso vai exigir de você postura de líder.
Acesse aqui e veja mais algumas dicas de como liderar. 

#Seu negócio não é sustentado por seus amigos:

“ Vou empreender, eu tenho muitos amigos que vão ajudar no meu negócio”. 
Esse é um grande equívoco que infelizmente acontece de forma muito comum. 
O seu empreendimento deve ser criado por conta do seu sonho como empreendedor e pelo potencial que ele deve ter, e não pensando que ele sobreviverá por conta de seus amigos. 
Alguns amigos irão te ajudar, dando feedback, compartilhando suas postagens, curtindo seus posts, e até mesmo consumindo de você. 
Alguns serão seus mentores, conselheiros e apoiadores.
Alguns amigos simplesmente não vão se engajar com você, consumir apenas de você ou compactuar com seu negócio, e isso não significa que são maus amigos, apenas que são seus amigos e que não tem obrigação em fazer seu negócio dar certo.

#Valorize seus verdadeiros amigos:

Depois que seu negócio prosperar muitos virão te aplaudir, dizer que sempre acreditaram em você e no seu potencial, e ainda alguns que vão tirar proveito.
Mas somente voc? sabe quem te ajudou na trajetória, mesmo que com um  conselho doloroso mas que fez toda a diferença.
Por isso, valorize seus verdadeiros amigos.

 

Receba novidades, dicas de gestão farmacêutica e muito mais!

Posts recentes

Image
15/09/2021
Está com a revisão em dia? Dicas para saúde do seu negócio!
Leia Mais
Image
01/09/2021
Setembro amarelo: Precisamos conversar!
Leia Mais