Transformando Frustração em Motivação

03/03/2021
Image

Pensávamos que o cenário para 2021 seria diferente. De fato, muita coisa mudou, e com certeza amadurecemos muito, mas ainda precisamos lidar com a instabilidade. 
Neste mês de Março muitos estabelecimentos, precisaram ser fechados ou atender com suas equipes reduzidas. 
E aí vem um sentimento muito natural que surge para nós empreendedores, a insegurança por conta desse cenário instável.
E da mesma forma o sentimento de insegurança surge aos colaboradores, por não saber se seus trabalhos estarão garantidos, e como consequência desse sentimento, vem a desmotivação e frustração. 

 

 

E como ajudar seu colaborador a transformar sua desmotivação e frustração em motivação?

Antes de mais nada é importante ressaltar que nenhum sentimento deve ser ignorado, e que mesmo parecendo pequeno ele é muito importante. 

# Pare e Ouça: Parar para ouvir o seu colaborador é essencial. Pense que muitos deles têm famílias, contas, sonhos e projetos e que essa incerteza pode estar consumindo sua energia e até mesmo afetando sua produtividade. 

Quando você pára para ouvi-lo, mostra a importância que ele tem em sua equipe. 

#Não julgue: Não vá para uma conversa com seu colaborador com julgamentos, do tipo comparação, menosprezo pelo seus sentimentos, ou se vitimizando.
Crie um ambiente confiável e seguro, assim seu colaborador, poderá aliviar essa carga mental que tem passado e se sentir seguro ao pedir ajuda e ser ouvido sem julgamentos. 

#Estimule e nomeie os sentimentos: O momento não é de esconder, ou motivar com discurso padrão, trate cada um como um único indivíduo. 
Nessa conversa, estimule que seu colaborador expresse seus sentimentos, por mais difícil que seja. 
Nomeie os sentimentos, sejam eles como tristeza, medo, preocupação e tente entender a fonte de onde eles estão vindo. 

#Pratique a empatia: Assim como você gestor, seu colaborador tem preocupações. Pratique a empatia, se coloque no lugar dele, dê dicas que façam sentido com a realidade que ele está vivendo e compartilhe experiências que agreguem e não que façam ele se sentir inferior. 

#Interprete esses sentimentos de um novo ponto de vista: É o momento de pegar todos os sentimentos ruins, que estão sugando a energia produtiva em resultados positivos. 
Vamos trabalhar por exemplo com o sentimento do medo, entender a origem dele. Fazer conexões de quando seu colaborador teve medo e como ele superou naquele momento. 
Após isso, traga esse sentimento ( medo) para o dia atual, e como poder transformar ele em algo bom. O medo de certa forma nos protege, mas também trava.
Mostre a carreira que seu colaborador já construiu, e as novas oportunidades que ele pode vir a ter. 
Dê a ele um desafio, como por exemplo, escolher um produto na sua loja e fazer um vídeo para as redes sociais falando dele.
Ou encontre algo que ele gostaria de fazer e dê a ele a possibilidade de se testar.

#Evolução contínua: Não pare apenas nessa primeira conversa, mantenha uma constância e acompanhe a evolução, e os novos sentimentos que surgiram. 

 

Um colaborador motivado, e que se sente valorizado, consequentemente irá ser produtivo. 

Receba novidades, dicas de gestão farmacêutica e muito mais!

Posts recentes

Image
21/04/2021
Não erre mais! Erros de gestão que você não deve cometer
Leia Mais