Conheça o PIX nova forma de pagamento e transações

18/09/2020
Image

Tanto no online quanto fisicamente no PDV já existem algumas formas de pagamento como dinheiro, cartão de débito, cartão de crédito, boleto, afinal, dar opções para o cliente com diversas formas de pagamento é essencial, assim ele optará por pagar com a que melhor lhe agrada. 

E está vindo uma nova forma de pagamento o PIX.

Neste blog vamos explicar o que é o PIX, quais suas funcionalidades, como  serão as formas de pagamento tanto pro consumidor final, quanto para o varejo. 

 

 

O que é o PIX? 

 

O anúncio dessa nova plataforma ocorreu em Fevereiro, mas por conta da pandemia acabou que o assunto não foi tão comentado, mas agora em Novembro já entrará em usabilidade, por isso, queremos te explicar o que ela é.

PIX é uma nova ferramenta para pagamentos, desenvolvida pelo Banco Central. Ela será usada para transferir valores entre pessoas, empresas, pagamentos de contas e até mesmo de impostos. 

Seu grande diferencial em relação ao DOC e TED é sua agilidade e disponibilidade. 

 

Diferença do PIX para as atuais:

 

Hoje além do dinheiro impresso, podemos realizar pagamentos via cartão de débito, cartão de crédito ou até mesmo boleto.

Além dessas formas de pagamentos, podemos realizar transferências entre contas através do DOC e TED. 

 

DOC- Documento de Ordem de Crédito

Quando realizada a transferência via DOC, o dinheiro cai na conta do destinatário apenas do dia seguinte. E se caso realizada depois das 22h, pode acrescentar ainda mais um dia.

Além disso, existe a limitação de valor para transferir via DOC, sendo o máximo de R$ 4.999,99. 

 

TED- Transferência Eletrônica Disponível

Quando realizada a transferência via TED, o dinheiro será transferido até as 17h do mesmo dia. Após esse horário será realizado apenas no próximo dia, com exceção de contas do mesmo banco. 

Além disso, quando realizada a TED podem ser transferido valores acima de R$ 5.000,00

Tanto o DOC quanto o TED, funcionam apenas em dias úteis. Ou seja, se realizar uma transferência em finais de semana ou feriados, serão creditados os valores apenas no próximo dia útil. Exceto nos casos de TED para contas do mesmo banco.

 

Boleto:

Boleto também é uma forma de pagamento, mas que o valor também  não é creditado no mesmo dia em que ele é pago, e para quem emite o boleto existe um custo.

PIX:

Já no PIX a ideia é que as transações possam ser realizadas 24h por dia, todos os dia da semana, independente de ser dia útil ou não, e a operação levará segundos. Ou seja, é quase uma transação em tempo real. 

As transações via PIX segundo o Banco Central podem ser feitas entre pessoas, entre pessoas e estabelecimentos comerciais, entre estabelecimentos, para operações governamentais como pagamento de impostos e taxas. 

Claro, para uso do PIX é necessário que pagador e recebedor tenha uma conta em banco, ou instituição de pagamento, não necessariamente conta corrente. 

 

 

E qual a melhor opção?

 

A melhor opção de pagamento irá depender do seu público, da forma que melhor agrada o seu cliente. Não adianta implantar algo novo que não faça sentido para ele. 

O PIX entrará em Novembro como uma forma adicional para pagamentos e transações, permitindo uma maior facilidade e praticidade. 

 

Como usar o PIX? 

  Existem algumas opções para o uso do PIX.

- Pode ser informado os dados bancária de quem irá receber, assim como é feito hoje com o DOC e TED. Nome, CPF, agência. e conta;

- Pode ser utilizada uma chave PIX, seja celular, e-mail, CPF ou CNPJ. 
As chaves PIX são como “apelidos” para identificar a conta. Pessoas físicas poderão cadastrar até cinco chaves PIX e as pessoas jurídicas até 20.

- Pode também ser utilizado o QR Code estático ou dinâmico.
O QR Code estático poderá ser usado para diversas transações, permite que seja definido um valor ao pagador, podendo ser usado para transferências ou pagamento em si. 
O QR Code dinâmico, é o ideal para pagamentos de contas. Podendo informar valores diferente em cada transação e com possibilidade de alteração.  

 

Em Novembro entra em vigência a nova forma de pagamento desenvolvida pelo Banco Central e nós vamos acompanhar e compartilhar com vocês as atualizações deste assunto e como ele pode ser aplicado no dia a dia de sua drogaria.

 

Receba novidades, dicas de gestão farmacêutica e muito mais!

Posts recentes

Image
14/10/2020
Análise da Concorrência e Diferenciação - Parte I
Leia Mais
Image
30/09/2020
Invista em Perfumaria em sua farmácia
Leia Mais