7 Dicas para gestão do Contas a Receber

04/09/2020
Image

Fazer gestão envolve estar a par de diversas áreas da empresa, desde vendas, estoque, planejamento estratégico, colaboradores, desempenho e uma das áreas fundamentais, o financeiro.

Mesmo parecendo ser uma área complicada, cuidar da área financeira da empresa é uma das atividades mais importante, pois, é analisando o fluxo de caixa que podemos reter informações grandiosas, como por exemplo, quais são as datas que trazem melhores resultados, quais segmentos dentro da farmácia estão dando maiores margens,  quais convênios dão mais retornos, ao mesmo tempo que podemos notar quais atividades não estão sendo lucrativas e prever um plano de ação para melhorar.

Parar e fazer essa análise é muito importante, por isso, hoje vamos dar algumas dicas de como realizar a atividade do contas a pagar. 

 

 

Sete dicas para realizar uma eficiente gestão do controle de contas a receber 

 

Dedique tempo:

Qualquer atividade que venhamos desempenhar no nosso dia a dia requer atenção. Ao realizar uma tarefa importante precisamos dedicar tempo, caso contrário, possivelmente teremos retrabalho.
Faça uma programação e inclua no seu cronograma da semana, um momento dedicado para realizar a atividade de contas a receber. 
A atividade de contas a receber é tão importante quanto a de contas a pagar.
Algumas empresas priorizam as contas a pagar por conta dos juros e multas que podem suceder, mas o monitoramento de contas a receber tem a mesma importância.

Organize-se:

A atividade de contas a receber, assim como qualquer outra atividade financeira, requer atenção.
Uma das dicas além de tirar um tempo para realizar o contas a receber é se organizar. 
Tenha em mãos quem são os clientes que deverão ser cobrados, quais as datas devem ser emitidas as cobranças, para que não chegue atrasada ou com uma data muito apertada para o cliente. 
Também aproveite para centralizar os pagamentos para a mesma data ou próximas, para que a gestão flua melhor.
Mantenha sempre os dados atualizados, como datas, dados dos clientes, frequência, isso ajudará a fazer uma previsão mais efetiva.

Faça uma previsão:

Com base no histórico das últimas contas recebidas e também na organização das novas vendas e cobranças é possível fazer uma previsão de contas.
A previsão é muito importante, pois ela ajudará na mensuração de quanto terá em caixa, se será possível pagar todas as despesas operacionais, se há recursos disponíveis ou se deverá ser tomada uma ação imediata.
 

Tenha margem para inadimplências:

O fato que nem todas as previsões de entrada são efetivadas.
Infelizmente podem ocorrer inadimplências, isso é mais normal do que possamos imaginar. Para isso, sempre tenha margem para possíveis inadimplências, se puder busque os históricos e veja qual a média de inadimplência. 
Com base nessa informação será possível deixar uma margem na previsão para contas inadimplentes, dessa forma não irá superestimar uma entrada que pode não acontecer. 

Não tenha medo de cobrar:

Todos nós trabalhamos e temos o direito de receber por nosso trabalho.
Alguns clientes têm o hábito de atrasar, fechar uma data e não cumprir, por isso não tenha medo de cobrar, não tenha receio se o cliente ficar zangado, pois, daqui a pouco é melhor substituí-lo do que não poder contar. 
Há também clientes que acabam atrasando, mas não por má fé, apenas caem no esquecimento, por isso, mande mensagens próximo a data de pagamento para que fique em sua lembrança.
E se em seu fluxo de cobranças e inadimplências estiver além do normal ou muito frequente, reveja suas políticas de cobrança, afinal uma empresa sem lucro não sobrevive.

Conheça seu cliente:

Com base na análise dos últimos períodos é possível identificar as movimentações e frequência de cada um.
Através dessa análise é possível identificar quem são os clientes que pagam com antecedência e ver se pode ser aplicado um desconto, ou algum bônus na compra de mercadorias, dessa forma além do seu cliente se sentir valorizado e ter uma vantagem, você pode ter a certeza de que ele permanecerá realizando os pagamentos nas datas acordadas.
Também é possível entender quais clientes não pagam em dia e quais podem ter um índice de inadimplência e já ter uma ação frente à isso.

Utilize seu software de gestão para te ajudar nesse controle:

Além de se organizar, dedicar tempo, realizar análises, é fundamental ter uma ferramenta que te auxilie nesse processo, afinal são muitas informações que não podem ser perdidas.
Se você já possui um software de gestão, busque manter ele sempre atualizado,  veja se as previsões estão batendo, tire relatórios e se necessário reúna sua equipe para que todos estejam engajados em melhores resultados. 



 

Receba novidades, dicas de gestão farmacêutica e muito mais!

Posts recentes

Image
26/08/2020
Como anda o relacionamento com o seu cliente?
Leia Mais
Image
12/08/2020
Programa de Benefícios de Medicamentos
Leia Mais