Programa de Benefícios de Medicamentos

12/08/2020
Image

Existem diversos programas, siglas e integrações que uma farmácia possui, e que às vezes podem ser esquecidas.
Por isso, hoje separamos diversas dicas e tudo o que você precisa saber sobre PBM.

 

Vamos começar pela sigla, PBM significa Programa de Benefícios de Medicamentos.
O PBM funciona como um tipo de convênio que a drogaria faz, mantendo a integração entre a indústria farmacêutica, os laboratórios e o cliente final. Ou seja, é um programa que possibilita descontos de acordo com os produtos e laboratórios credenciados.
Sua origem é datada na década de 70 onde nos Estados Unidos surgiram empresas especializadas em ampliar o acesso a medicamentos, principalmente os de tratamento para doenças crônicas. Este objetivo vem ao encontro dos interesses dos planos de saúde, visto que, se o beneficiário tiver acesso aos medicamentos que necessita tende a necessitar menos dos recursos do plano. No Brasil os PBM’s surgiram no final da década de 90, entretanto, até o momento não possui uma participação tão ativa dos planos de saúde e não funciona em escala tão grande como nos Estados Unidos.

Os principais objetivos dos PBM’s no Brasil são:

-Gestão das doenças e princípios ativos no que diz respeito a descontos concedidos pela indústria;
-Melhorar a qualidade de vida das pessoas proporcionando o acesso ao tratamento/medicamentos necessários;
-Promover integração entre médico, paciente, farmácia, indústria e operadora;
-Reduzir as internações hospitalares.
 

Vantagens de ter PBMs na sua farmácia:

-Os descontos por meio dos PBMs ( Programa de Benefícios de Medicamentos), concedem ao cliente um desconto média de 30%, e podem em alguns casos chegar até 70% de desconto;
-As drogarias integradas ao PBM, obtém maiores descontos das indústrias, podendo repassar ao consumidor final por um preço mais justo;
-Acessibilidade aos medicamentos. Muitos pacientes fazem uso recorrente do medicamentos e tratamentos prescritos, necessitando de acesso a compra e continuação de seus tratamentos;
-Fidelização do cliente. Se seu cliente sabe que na sua farmácia ele tem desconto nos medicamentos que necessita, são grandes as possibilidade de seu retorno;
-Compras adicionais. Ao adquirir um medicamento mais barato, existe um sentimento de ganho por parte do cliente, onde estimula uma compra adicional ou uma compra por conveniência;
-O grande ponto do proporcionar ou não a venda via PBM para seus clientes é que se você não o fizer seu concorrente vai fazer e neste caso o seu cliente deixará de ir em sua loja para comprar determinado produtos e passará a ir no concorrente, pode ser que ele goste de lá e não retorne a sua loja. PBM é uma excelente oportunidade trazer o cliente para a loja, funcionando como um gerador de tráfego.
 

Quem são as empresas autorizadas?

As empresas autorizadas, são as que administram os PBMs, chamadas normalmente de Operadoras de PBM.
Elas são responsáveis pela operacionalização, entre as drogarias, indústrias e a autorização da venda. 
As principais operadoras de PBM no Brasil são: Portal da Drogaria, Funcional, e- Pharma, Vidalink e Orizon. 

Processo de cadastro:

-A drogaria deve se cadastrar juntamente às empresas autorizadas/operadoras;
-Cadastrar nos PBMs administrados pelas autorizadas. Algumas operadoras integram vários laboratórios e ao se conveniar com a operadora já se cadastra aos laboratórios que ela transaciona e fica apto a efetuar vendas;
-Após realizar o cadastro a drogaria poderá realizar a venda, para isso, precisa ter em sua Drogaria um sistema homologado para transacionar vendas via PBM como o HOSFarma;
-O cadastro de consumidor final é mais simples, podendo ser feito via site, 0800 e até mesmo diretamente no ponto de venda;
-Existem consultorias especializadas que auxiliam no processo de credenciamento e em muitos casos pode ser interessante, visto que encurtará o caminho do desejo de vender via PBM e a primeira venda.
 

Entendendo os descontos:

Existe o desconto dado ao consumidor final e o desconto ao varejo farma.
O desconto para o consumidor final, ocorre em cima do PMC - Preço máximo ao consumidor, já o desconto para as drogarias incide sobre o PF- Preço de fábrica dos medicamentos. 
Os descontos também podem ser classificados em descontos regulares, descontos valorizados e descontos desvalorizados. 
Descontos regulares: Ocorre quando o percentual da venda e da reposição é o mesmo. 
Descontos valorizados: Ocorre quando o percentual de desconto da reposição é maior que a venda. 
Descontos desvalorizados: Ocorre quando o percentual do desconta da venda é maior que a reposição.

Custo para aderir ao PBM:

Para aderir o PBM os custos de credenciamentos e taxas podem variar de acordo com as autorizadas.
Algumas autorizadas cobram um valor fixo para cadastramentos, outras apenas taxas administrativas.

Quais produtos possuem PBMs?

Diversos produtos podem ser transacionados via PBM, agora saber qual produto pode e por qual autorizadora é um desafio e para auxiliar, nesse sentido surgiram alguns sites que disponibilizam informações úteis, como por exemplo o portal PBM.
Nesse portal é possível consultar em que programa de desconto o produto está cadastrado, nome do princípio ativo, o fabricante, a plataforma, e qual o percentual de desconto que pode ser concedido. 

 

Esperamos que tenha gostado do conteúdo de hoje e se você precisa de um sistema que lhe possibilite fazer vendas nas PBM que sua Drogaria está cadastrada, não perca tempo faça contato conosco e conheça o HOSFarma.

 

Receba novidades, dicas de gestão farmacêutica e muito mais!

Posts recentes