Entendendo o comportamento do consumidor e os movimentos de mercado

12/06/2020
Image

Os dias tem mudado, não apenas por conta da pandemia COVID-19, claro que ela acelerou muitas mudanças que ainda estariam por acontecer, mas os movimentos socioculturais tem nos mostrado a importância de estarmos atualizados, conectados e próximo aos nossos clientes e as pessoas.
Às vezes as mudanças vão acontecendo em pequenos passos que não notamos o quão impactante elas foram, como por exemplo: a necessidade de estar todos os dias no escritório para home office, reuniões presenciais para online, a programação com um ano de antecedência para visitar um amigo ou um ente querido para uma vídeo chamada em grupo, matando a saudade. E porque não citarmos aqui os shoppings, onde veio justamente de um movimento sociocultural, onde as pessoas precisavam otimizar seu tempo, e ao invés de ir em dez lugares diferentes no mesmo dia, em um único local estava concentrado grande parte da sua demanda,como mercado, farmácia, lojas de vestuários e demais.
 

Você sabe como começam essas mudanças no consumo?  
 

    Vamos começar falando da diferença entre paradigma,tendência e novidade.

 Paradigmas: São as novas direções globais do mercado e da sociedade. Acontece de forma coletiva gerando uma nova consciência global que pode durar até 25 anos.
Aqui podemos citar a Sustentabilidade, que iniciou como um movimento pequeno, mais focado na parte ecológica, mas que com o passar dos anos se tornou um movimento não apenas local, mas global, onde a sociedade num geral começou a explorar o termo não apenas no sentido ecológico mas em todas as abrangências da sustentabilidade, como a sustentabilidade social, pessoal, financeira e ambiental.
Se voltarmos um pouco no tempo, era normal a comunicação por cartas e hoje a carta está dentro de um smartphone, onde essa carta é de rápido envio, abrangendo diversos contatos, inclusive ao mesmo tempo.
Ou seja, passamos de uma pequena tendência para algo maior se tornando um paradigma. 

  

Tendências: As tendências são divididas em duas etapas, micro e macro tendências, mas antes vamos entender o que ela é. 
É quando um grupo de pessoas, normalmente massa crítica, adotam uma novidade e começam a explorá-la e influenciar mais pessoas, gerando a necessidade que essa novidade deve ser adotada. A tendência é um movimento coletivo, nunca individual , um coletivo usando uma mesma ideia que se comporta de acordo com seu segmento.
Por exemplo, citamos no início o shopping, onde em um único local sanamos parte das nossas demandas. Muitas farmácias tem passado a usar o seu ponto de venda além da venda de remédios e perfumaria, mas abrangendo a área de conveniência como venda de alimentos, chinelos e brinquedos. 

 

Macrotendências: As macrotendências já possuem um período de duração maior, em torno de 5 a 6 anos. Elas são influenciadas por manifestações de diversas áreas e em escala maior. A macrotendência está mais conectada com o sentimento, a razão e motivo por trás daquelas ações. 
Aqui podemos citar a busca maior por produtos saudáveis dentro das farmácias, seja em suplementos alimentícios, ou polivitamínicos. A razão por trás desta compra é a saúde.

Microtendências: As microtendências duram em torno de 1 a 2 anos. Elas são influenciadas por manifestações coletivas de valores, mas esse coletivo pode ser apenas local. 
  No quadro abaixo, a pesquisadora Sabina Deweick apresenta a curva de como ocorre a busca ou a adesão por esses movimentos socioculturais. 

 

Esteja atento às mudanças!

      Estar atento à esses movimentos de mercado é essencial, pois ao mesmo tempo que a empresa está atualizada, consegue entregar maiores soluções aos seus clientes e consequentemente melhor resultados. 

    Um ponto que queremos destacar aqui, é uma das alterações que está acontecendo no comportamento de consumo, abaixo destacamos alguns: 

 

-Posse para acesso: Podemos citar o Uber e AirBnb, onde você não é dono deles, ou seja não tem a posse, mas tem acesso, pode ir e vir, podemos conhecer novos lugares a qualquer momento e em qualquer lugar. 
-Aspiracional para Inspiracional: Muito mais que vender um produto e gerar o desejo dele, é mostrar o quanto ele é importante, ele inspira o consumidor. 
-Individualismos para compartilhamento: Já ouviu falar que dica boa é dica compartilhada? Estar próximo ao consumidor, compartilhando informações relevantes, que o ajudem no dia a dia. 
 
     Nosso consumidor deve se sentir pertencente ao nosso meio, não apenas um comprador, mas que ele tenha voz, possa dar dicas, possa de fato ser o centro. 
    E sabe quando nosso cliente se sente pertencido? Quando passamos a agregar valor aos nossos produtos e serviços.
    Um cliente fidelizado é um cliente que se sente bem junto a sua marca, que se conecta aos valores dela, afinal, marca é um conjunto de sentimentos e experiências que ele teve com a sua empresa.  
   Marca é mais que um nome ela é uma identidade, que precisa passar seu propósito de existir, sua essência, seus valores. O consumidor é um membro dessa família que possui sentimentos, necessidades, que quer se sentir único, sentindo que os serviços prestados são personalizados, direcionados a  ele. 
 

 

Falamos de como os comportamentos acontecem, da importância de estar atento a eles, de como é importante agregar valor aos nossos serviços. Mas de que forma podemos fazer isso dentro da farmácia?

    Veja mais em: https://www.hos.com.br/blog/26-servicos-farmaceuticos-um-novo-momento-ou-apenas-uma-tendencia

Prefere ouvir o artigo, dê o play abaixo e aproveite:



 

Receba novidades, dicas de gestão farmacêutica e muito mais!

Posts recentes

Image
24/06/2020
Como se aproximar do seu cliente usando ferramentas online?
Leia Mais
Image
12/06/2020
Serviços Farmacêuticos - Um novo momento ou apenas uma tendência?
Leia Mais