Você ja parou pra pensar o quanto sua vida impacta a vida de outras pessoas?

13/12/2019
Image

Esta é a historia de Bruno.

Bruno desde pequeno mostrava um perfil de pessoa despreocupada com consequências, no dia a dia, nas brincadeiras bruno sempre foi aquele menino que não se importava em correr riscos, em se machucar, ou até mesmo em machucar alguém que estivesse nas brincadeiras com ele.

Certo dia Bruno e seus amigos estavam jogando futebol no campinho próximo a sua casa, ficaram lá cerca de 3 horas seguidas correndo e brincando, a expressão de felicidade daqueles meninos era notável.

De repente, Bruno teve a ideia de ir até o pequeno riacho que ficava a poucos metros do campinho, a ideia era ótima, até porque estava bem calor naquele dia e os garotos estavam ali correndo e brincando a bastante tempo.

Todos toparam na hora e foram até o riacho, chegando la todos aqueles meninos com faixa etária entre 6 e 8 anos entraram no riacho e muito felizes começaram se refrescar naquelas águas claras e correntes, o que eles não esperavam é que no meio de toda aquela brincadeira um pequeno descuido deixou o dia que estava tão cheio de alegria e felicidade em clima de espanto e tristeza, Bruno escorregou e bateu a cabeça em uma pedra, na hora começou a perder muito sangue e pelo fato de não haver nenhum adulto no momento todas as crianças ficaram em estado de choque e sem reação, até que dois deles saíram-se correndo chamar o os pais de Bruno, que chegaram no local muito assustados, logo o pai de Bruno o pegou no colo e saíram-se correndo, desesperados levaram Bruno para o hospital onde ficou por alguns dias, para o alivio daqueles pais o menino Bruno se recuperou bem daquele incidente.

Bruno cresceu, conheceu Milena e após 5 anos de namoro casaram-se e após 2 anos de casados tiveram um filho.

Quando o filho de Bruno e Milena completou 23 anos eles mudaram de cidade, Bruno agora com 50 anos ainda continua sendo aquele cara inconsequente, o que não acredita em prevenção, que não atenta muito para as coisas que as outras pessoas falam.

Mas alguns sinais de complicação na saúde de Bruno começam surgir, o filho e esposa preocupados, recomendam que Bruno procure um médico, mas Bruno muito negligente e um tanto inconsequente simplesmente ignora as sugestões do filho e da mulher.

Passados alguns anos os sintomas só aumentam e cada vez mais preocupam a família de Bruno, porém ele ainda se mantém resistente a procurar um médico.

Certo dia o filho de Bruno chega em casa e encontra o pai caído no banheiro se retorcendo de dores e com sangramentos, ele então o leva para o Hospital, onde são feitos alguns exames e constatado o câncer de próstata.

A família então descobre que Bruno vinha escondendo a respeito dos sintomas a algum tempo, não sabe-se se por constrangimento, por medo ou negligência mesmo.

Infelizmente o quadro foi irreversível e Bruno veio a óbito pouco tempo depois.

A partir de então o filho de Bruno com muita saudade do pai que ele tanto amava começa a entrar em um quadro crítico de depressão, resolve abandonar a faculdade, já não sente vontade de sair com os amigos, nem nos jogos de futebol e academia ele vai mais, a perda do pai foi como uma avalanche que veio sobre a vida do jovem que estava com a vida encaminhada porem agora já não vê mais sentido na vida.

Milena, agora viúva se sente muito perdida, já não sabe como tomar decisões com o filho, com a casa, com os negócios do marido que ela considerava ser o porto seguro da família.

A reflexão que fica com esta historia é: não negligencie o câncer de próstata, não crie pré conceitos, não rejeite os conselhos das pessoas que mais te amam por vergonha ou seja qual for o motivo, se você não quer fazer isso por você, faça por quem lhe ama e se importa com você, sua vida impacta direta e indiretamente muitas pessoas, sua falta também pode impactar, mas talvez negativamente.

 

Reflita, previna-se, cuide-se, seja homem.
 

PS: Esta é uma historia fictícia, criada para gerar uma reflexão sobre o câncer de próstata, qualquer semelhança é mera coincidência.

#hossistemas #novembroazul #cancerdeprostata #cuidese #previnase

Receba novidades, dicas de gestão farmacêutica e muito mais!

Posts recentes